O Projecto Inovar com QI – estudo de caso
21.11.2011

O Projecto Inovar com QI – estudo de caso sobre uma experiência formativa de integração das TIC nos processos de ensino e aprendizagem

O projecto “Inovar com QI” - Introdução dos Quadros Interactivo MagicBoard em sala de aula, decorreu no triénio 2006-2009 nas Escolas Associadas do Centro de Formação Penalva e Azurara, actual EDUFOR, e foi da responsabilidade conjunta do Centro de Formação e da Areal Editores. O projecto nasceu da convicção de que a tecnologia, para ter impacto, precisa de responder às necessidades dos seus utilizadores, de facilitar-lhes a vida, ou de melhorar significativamente as suas actividades, para o que precisam aqueles de saber tirar partido das potencialidades que a tecnologia coloca ao seu dispor. Isto quer dizer que precisam os utilizadores de formação e acompanhamento bastantes para que a tecnologia cumpra os desígnios elencados. Foram essas finalidades que o projecto “Inovar com QI” se propôs – formar e acompanhar os professores que quiseram fazer entrar os quadros interactivos na sua sala de aula.
O presente texto é um resumo do projecto, mas também a sua problematização crítica, na medida em que discute a hipótese teórica que lhe deu sentido: não basta colocar os quadros interactivos, indiscriminadamente na sala de aula, para garantir o seu uso, muito menos o seu uso pedagógico.

Para aceder ao artigo --» (http://eft.educom.pt/index.php/eft/article/view/169 )

Ana Maria Mouraz Lopes e José Miguel Sousa
Revista "Educação, Formação & Tecnologias"