Magicboards revolucionam as apresentações dos trabalhos dos alunos
Segunda, 10 Novembro 2008

ImageFui há dias surpreendida pelo Fausto, nº6, e pela Luísa, nº 9, do 12º D, que me pediam para lhes facultar o acesso a uma sala com quadro interactivo a fim de prepararem, com a colega Maria , nº 10, a apresentação de um trabalho para a disciplina de História A. Pretendiam não só projectar a apresentação PowerPoint através do Quadro Interactivo (QI), para poderem ir fazendo anotações sobre os diapositivos, mas também elaborar fichas com recurso a ferramentas do QI. São alunos que ao longo destes três anos do Projecto Inov@r com QI tiveram vários professores a utilizarem os QI em sala de aula e que reconhecem as suas potencialidades educativas. Eis o seu testemunho:

“No âmbito da disciplina de História A do 12º ano, foi proposta ao nosso grupo a elaboração de um trabalho sobre um estilo artístico do século XX – o cubismo.
Durante a elaboração do trabalho surgiu-nos a ideia de fazermos algo diferente e que tornasse a apresentação motivante, para não cairmos na monotonia dos trabalhos que não despertam interesse nos nossos colegas.
Na vanguarda da tecnologia, os quadros interactivos foram a ideia perfeita para que o trabalho atingisse o seu objectivo. Contudo, o que também nos levou a utilizar os quadros interactivos foi o incentivo do professor da disciplina de História, Dr. Sidónio Silva, que sempre utilizou e opinou acerca da utilização dos QI.
Após a apresentação do trabalho, concluímos que os nossos colegas, para além de mostrarem interesse, compreenderam de uma forma mais rápida e dinâmica os conteúdos abordados.
Deixamos então aqui um incentivo para a utilização dos QI, de forma educativa e dinâmica, na exposição de trabalhos escolares.”

O repto está lançado!

A Coordenadora de Escola do Projecto na ESFA
Madalena Albuquerque