Utilização do TurningPoint em contexto de sala de aula
Segunda, 22 Dezembro 2008

Utilização do TurningPoint em contexto de sala de aulaNo dia 10 de Dezembro, na turma C do 9º ano, da Escola Básica Integrada de Ínsua, recorreu-se ao TurningPoint, para aferir os conhecimentos dos alunos e, essencialmente, para dar azo a uma avaliação formativa, com o intuito de, em conjunto, se indagarem e colmatarem as dificuldades mais evidenciadas pelos elementos da turma.

Todo o processo funcional não acarretou dúvidas nem encraves devido ao facto de os discentes já se sentirem familiarizados com este sistema de votação, facilitando o desencadear da actividade que lhes foi proposta.

Deste modo, foram testadas competências específicas aliadas às unidades programáticas “Sistemas de equações” e “Proporcionalidade Inversa. Representações gráficas”, tais como, interpretar e explorar gráficos; reconhecer situações de proporcionalidade inversa, indicando o significado da constante de proporcionalidade; verificar se um par ordenado é solução de um sistema; resolver sistemas de equações pelo método de substituição; classificar sistemas de equações.

As questões apresentadas foram seleccionadas das que constituem o Banco de Itens, disponibilizado pelo Gabinete de Avaliação Educacional do Ministério da Educação, promovendo ao aluno igualdade de oportunidades, gestão de tempo, auto-correcção em tempo real, discussão de conteúdos programáticos, comparação de saberes, alimentando-se, desta forma, uma saudável competição.

Os professores:
Fernanda Loureiro
João Figueiredo