Logotipo Inovar com QI
Logotipos dos Parceiros

Entrar






Perdeu a palavra-chave?

Galeria de Fotografias

Galeria de Fotografias

Citação

«Os professores podem escrever livremente no Magicboard usando a caneta, adicionar notas sobre imagens, utilizar a caneta como rato e controlar aplicações e documentos directamente no quadro. Todas as notas, imagens ou desenhos podem ser guardados e/ou impressos.»
 

Quem está?

Estatísticas

Utiliz. Registados: 1738
Notícias: 236
Ligações: 686
Diários de Bordo: 1161
Mensagens no Fórum: 204
Docs. para Download: 114
Visitas: 3935558
Início
Escola envolvida no Inov@r com QI é referenciada em Estudo Europeu criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
10.02.2010

ImageA European Schoolnet realizou um estudo sobre o impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) em escolas com o 1.º Ciclo do Ensino Básico. O Estudo foi realizado em duzentas e nove mil escolas e proporciona informação sobre as estratégias TIC nacionais, tanto dos países da União Europeia, como do Liechtenstein, Islândia e Noruega. Uma das Escolas do 1º Ciclo Do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas Gomes Eanes de Azurara foi seleccionada para ser um dos Estudos de Caso no território português, sendo responsáveis por reportarem o estudo, em Abril de 2009, Cristina Azevedo Gomes, Fernando Jorge Lima e Sónia Santos Alves do Centro de Competência Nónio da Escola Superior de Educação de Viseu.

Numa transcrição livre de parte do estudo de caso (anexo nesta mensagem) podemos ler: "Uma característica fundamental do projecto nos últimos três anos tem sido a formação regular e as reuniões semanais para partilha de recursos e metodologias. Isto vem no seguimento da formação obrigatória em TIC, com enfoque no Moodle e no e-mail e permitiu que os professores envolvidos dominassem o uso dos QIs e desenvolvessem a sua confiança. Muitos estão agora disponíveis para treinarem os colegas e mostrarem o seu trabalho publicamente em encontros educativos. O projecto também visou reduzir o isolamento dos professores do 1º ciclo do ensino básico em termos da sua formação, proporcionando-lhes oportunidades de rever e actualizar a sua prática docente.
O sucesso do projecto sugere que o uso a longo prazo de recursos TIC na sala de aula seria benéfico. O projecto tem tido um impacto positivo na motivação dos alunos, na sua concentração e no seu envolvimento no desenrolar da aula, como tem demonstrado a sua constante disponibilidade para realizar ou propor tarefas com recurso aos QIs. O acesso à Internet para pesquisas adicionais tem permitido aos alunos desenvolverem as suas competências técnicas.
"

Mais informações sobre o STEPS (the study of the impact of technology in primary schools) em http://insight.eun.org/ww/en/pub/insight/minisites/steps.htm

Anexo: Case studies: Gomes Eanes de Azurara School Cluster Group, Mangualde, Viseu, Portugal

 
Inov@r com QI – 3 Anos Depois* criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
22.01.2010

«(...) Os indícios de sucesso do projecto começaram a desenhar-se logo no final do primeiro ano de implementação, tal como foi perspectivado por alunos, professores e coordenadores das escolas envolvidos. Tal como havia sido definido no início, o sucesso era a maestria no uso, que tornasse o QI dentro da sala de aula, não um objecto estranho, mas um objecto “quase natural” como foi, durante séculos, o quadro negro. Quando hoje se entra numa sala de aula de algum daqueles 52 professores constata-se que o QI faz parte da equação da aula, e foi apropriado por professores e alunos como um instrumento de acesso ao saber mais rápido, interactivo e diferenciador, tal como exige o tempo que vivemos.

A estratégia desenvolvida assentou, do ponto de vista dos recursos humanos, na mobilização de um formador técnico em tempo parcial, cuja tarefa fundamental foi evoluindo da resolução de problemas sentidos pelos professores envolvidos no projecto, à formação em novas aplicações e recursos passíveis de utilização no QI. Esta modalidade de apoio, fornecido pelo Centro e que oscilou sempre entre a bengala que apoio e o pico que estimula, foi a receita do sucesso da estratégia. Todavia, tal recurso teria sido escasso se a estrutura do projecto não tivesse contado com um coordenador em cada Escola associada, que funcionou como elo de ligação entre os professores envolvidos na respectiva escola, entre aqueles e o Centro de Formação, e, mais recentemente entre os ganhos do projecto, nomeadamente o saber fazer adquirido, e a extensão do projecto a outros professores da mesma escola, interessados em utilizar os quadros interactivos, entretanto comprados por aquela. É esta ideia de “mancha de óleo” que se invalidou uma avaliação de tipo experimental do projecto (não há possibilidade de garantir grupos de controle), garantiu que os QI entretanto chegados ao sistema, mesmo de outras marcas, passassem a ter uma utilização efectiva e exploratória das suas potencialidades. Para além deste cômputo, é preciso ainda referir que o projecto mudou a estrutura organizacional das escolas associadas e respectivo intercâmbio, senão formalmente, pelo menos informalmente, no que toca a práticas colaborativas na produção, uso e disponibilização de materiais para o QI, de que o site do Inovar se fez eco. A simples literacia informática e a especialização no uso tornaram-se pouco importantes quando o projecto fez ganhar novos laços profissionais entre os professores que antes não existiam. Esse tornou-se o melhor impacto, não previsto inicialmente, do projecto. (...)»

* in Mouraz, Ana & Sousa, José M. (2009). Inov@r com QI – 3 Anos Depois. In B. Silva, L. Almeida, A. Barca & M Peralbo (org.) Actas do X Congresso Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Centro de Investigação em Educação (CIEd) - Universidade do Minho. Edição em CD-ROM ISBN: 978-972-8746-71-1.

 
Starboard Software 8.11/A criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
08.01.2010

Encontra-se disponível para download na secção Software a nova versão do StarBoard Software 8.11/A para computadores com sistema operativo Microsoft Windows.

Esta versão é compatível com o Windows 7 e como software de reconhecimento de escrita vem acompanhada pelo o MyScript (por substituição do RitePen) o que permite um melhor reconhecimento das palavras em língua portuguesa.

 
StarBoard Software para MAC e Linux criar PDF versão para impressão enviar por e-mail
03.12.2009

A área «Software » do portal foi actualizada. Estão disponíveis para download a mais recente versão do StarBoard Software para os sistemas operativos MAC e Linux.

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 21 - 24 de 177

Adicionar a: Digg Adicionar a: Sapo Links Adicionar a: Diigo Adicionar a: Technorati Adicionar a: Spurl Adicionar a: Google O que é o Social Bookmarking?
Obter o Starboard Software

Inquérito

Pode o quadro interactivo ser uma mais valia para os alunos?
 

Notícias do EduFor

Cache Directory Unwriteable