Não nascemos humanos, tornamo-nos humanos!

INTRODUÇÃO

 
 

As crianças selvagens constituem o exemplo paradigmático do que a falta de socialização acarreta ao desenvolvimento do ser humano.

 A plasticidade neuronal e a lentificação do desenvolvimento, habitualmente entendidos como características essenciais à possibilidade  de complexificação dos processos neuronais e de comportamento do ser humano, são, nestes casos, factores que contribuem para que aquele processo de individuação e de desenvolvimento fique comprometido.

O principal objectivo desta webquest é tornar patente que não basta nascer com a herança genética da espécie humana, mas que é necessário tornar-se humano, através do contacto com outros - verdadeiros mediadores dos padrões culturais, agentes do processo de tornar-se humano.


 
 
Webquest elaborada por Ana Mouraz com